Alice & Matheus

09:23:00







  Alice estava mais sem controle do que o normal. Tinha acabado de voltar de uma longa e extensa prova. Não conseguia pensar em nada a não ser voltar para casa. Chegando no ponto de ônibus viu seu transporte passando. Perdeu o ônibus. Esperou ... esperou e se cansou ainda mais. Se distraiu  por um tempo e finalmente o ônibus chegou. Entrou em um rompante e nem se quer olhou para os outros passageiros. O espaço era bem reduzido. Alice se espremeu ao máximo, quando viu um espaço vago nem pensou duas vezes e se colocou nele.
  Segurando em uma das barras horizontais ainda  em pé olhou para baixo. Quando se deu conta de quem estava sentado a sua frente não acreditou. Não conseguia ver o rosto, porem nem precisava. Conhecia bem cada movimento e seu coração o reconheceu sem dificuldades. Era Matheus seu (ex) amado Matheus. Alice não acreditava no que o destino estava fazendo. Tentou fingir que não tinha o reconhecido. Pensou em descer do ônibus, logo desistiu, ignorou e se fez de distraída. Entrou em total panico e descontrole em segundos. 
  Era só mais um sábado monótomo para Matheus. Querendo fazer algo diferente resolveu sair com seus amigos. Foi ao cinema se divertiu um pouco e pegou um ônibus para voltar para casa. Se sentou e observou o ônibus encher. Observou em silêncio os passageiros por um tempo. Até ver Alice, então estremeceu. Não conseguia ver direito, sentia que era ela. Algum tempo se passou e ônibus começou a esvaziar. Rapidamente Alice se pós na frente dele. E Matheus ficou a observando sem olhar diretamente para seu rosto com medo de ser reconhecido.
  Sem precisar olhar muito teve certeza de que era ela. Não sabia ao certo se ela o tinha reconhecido. Esperava que não. Mas precisava falar com ela, queria saber o porque daquelas palavras duras, as ultimas que ouviu dela. Perdeu a coragem. Ela se afastou um pouco, Matheus queria poder fazer algo, mas não o fez.
   Ele se levantou. Alice se desesperou e sentiu o coração pulsar em ritmo acelerado. Ele estava de pé atras dela. Matheus olhava a nuca que já havia beijado. Ela observou a mão que se entrelaçou dezenas de vezes na sua. E no momento em que os dois sentiram o ar diminuir. Ambos esperaram algo acontecer.
 Mas nada aconteceu. Ele desceu, ela continuou no ônibus. Alice a passos largos chegou em casa e a primeira coisa que escutou foi uma das canções de Tom Odell:



"On another love, another love

All my tears have been used up."




"Em outro amor, outro amor

Todas as minhas lágrimas têm sido desperdiçadas."
   
Depois disso ela entendeu que era preciso encontrar um outro amor.



 Matheus pensou um pouco. Percebeu que tinha superado o termino e pela primeira vez quis verdadeiramente seguir em frente. 

You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Facebook

Instagram