I'm a mess...

20:08:00


 
  Parei para pensar em como sempre estou reclamando da minha vida, e infelizmente percebi que sou muito ingrata. Não estou satisfeita com o caminho em que estou seguindo, e por isso acabo reclamando de tudo o que me acontece e até do que tenho. Aquela famosa “bad” que muitos comentam aos domingos, está constantemente ao meu lado. Estou completamente perdida e desmotivada, literalmente sem saber o que fazer.
  Fico imaginando e tentando buscar o meu dom, mas parece que só estou adentrando um grande túnel escuro e sem nenhuma tocha que possa iluminar o meu caminho, e me mostrar o que há lá dentro. Sinto-me oca. Estou passando por uma situação que não consigo entender, e estou tendo sérias dificuldades para sair.
  Sabe aquele medo de arriscar e acabar passando por algo pior do que essa indignação e agonia de não estar fazendo algo que te deixe realizada? Aquela vontade de arriscar e ignorar todas as opiniões e julgamentos alheios? Aquele medo de passar por dificuldades, caso você arrisque e não dê certo? É fácil falar que “se você não arriscar, nunca saberá se isso pode dar certo”, mas o difícil é deixar todo o medo de lado e tentar. O meu medo é maior, bem maior. Não tenho vergonha de dizer isso, não é errado, mas é bem prejudicial ao meu futuro. Sou tão frustrada, e me odeio por isso. Vivo tentando colocar na minha cabeça que tudo depende de mim, e que eu preciso reagir, fazer algo, tentar. Mas por que diabos isso não faz efeito?
  Tantas possibilidades, tantas escolhas a serem feitas, tantas despedidas... A vida não cansa de nos colocar em xeque. Após o ensino médio, a coisa parece que piora. Realmente, é muita responsabilidade. Tá difícil lidar. Tá difícil conciliar. Tá difícil correr atrás dos meus sonhos... parecem tão distantes. A noite quando deito para dormir, fico me perguntando se o que eu quero realmente é possível, ou se é uma vontade verdadeira, sabe? Tô tão perdida a ponto de não saber o que quero? A que ponto cheguei.
  Fora as amizades. Não sei o que falar. Não sei como lidar. Ao mesmo tempo que estou tão próxima de uns amigos, estou super distante de outros. Nunca estive mais carente, chateada, e sozinha. Mas infelizmente, preciso saber lidar com isso ou minha vida não vai pra frente, né mesmo?
 
Como dizia Charlie Brown: "A vida cobra sério e realmente não dá pra fugir..."

Boa sorte pra mim...
E pra você também.

Ps: Aceito conselhos. Ah, e abraços, por favor.

You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Facebook

Instagram