O Reino

17:38:00

Título: O Reino (Livro 3)
Autores: Clive Cussler e Grant Blackwood
Editora: Novo Conceito
Ano: 2012
Número de páginas: 336
Link: Skoob




                                                 Sinopse:

Os Fargos são especialistas em caçar tesouros e não pessoas. Mas, então, um barão do petróleo de Texas os procura com uma pedido pessoal: um investigador amigo dos Faros estava em uma missão para procurar o pai do barão, porém, agora ele também está sumido. Sam e Remi seriam capazes de procurar pelos dois? Apesar de não ter adicionado muita informação sobre o caso, Fargos concorda em começar a procura.

O que eles encontrarem irá além do que eles imaginaram. Em uma viagem que os irá levar a Tibet, Nepal, Bulgária, Índia e China, os Fargos serão envolvidos com um mercado negro de fósseis, um baú centenário e o ancião do Reino Tibetano de Mustang, um dirigível do século anterior... e um esqueleto que poderia virar a história humana de cabeça para baixo.



                                            Resenha:

    Resolvi me aventurar em um novo gênero literário que não tenho o costume de ler. Não me lembrava da ultima vez que tinha lido um livro de aventura, sendo assim coloquei uma grande expectativa nessa leitura. Acabei me decepcionando e larguei a livro por um tempo. Porem quando voltei a ler comecei a gostar mais da trama e terminei a leitura.
  Como não tinha lido os dois livros anteriores fiquei um pouco perdida, mas depois me acostumei com os Fargo. Sam e Remi Fargo são "caçadores de tesouro". Porem quando seu amigo Frank desaparece no meio de uma investigação eles são contratos pelo Sr. King afim de encontrar o amigo e o pai de King que está desaparecido a décadas. No meio da busca os Fargos descobrem que King é um "maniaco por controle" (lembrei de cinquenta tons rsrs) e que ele esconde suas verdadeiras intenções.

A insatisfação de King com o número de cubos de gelo em seu Jack Daniel's e sua reação humilhante lhes informara que não só ela tinha medo de seu patrão como também ele era um maniaco por controle.

   Seguindo pistas Sam e Remi viajam para o Tibet, Nepal, Bulgária, Índia e China e se metem em encrenca em todos os lugares em situações de vida e morte. O pai de King desapareceu procurando por algo (o theurang) que podia mudar a humanidade e quando os Fargos descobrem isso o rumo da busca muda.
É também conhecido como Homem Dourado, é aqui que a história se confunde com o mito. Dizem que o Theurang teria sido uma estátua em tamanho natural de uma criatura parecida com o homem ou, dependendo de a quem você perguntar, o esqueleto da própria criatura.

  Não foi uma leitura que me prendeu muito, mas não foi de tudo ruim. Achei a história cheia de furos em relação as manobras de Sam para escapar dos "obstáculos" encontrados durante o livro. O autor conta com riqueza de detalhes, o que ajuda muito na hora da compreensão.
Classificação: 3/10


Gostou da resenha?
Não deixe de comentar
XO XO

You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Facebook

Instagram